quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Como conseguir financiamento para autônomos

O nosso grande medo era não conseguir comprar nossa casa própria, porque o Fábio e eu trabalhamos por conta própria (pra quem não sabe ele é personal trainer e eu fisio). Mas a felicidade foi muito grande quando um funcionário da caixa falou que seria possível sim, foi quando decidimos comprar o apê, mas ficamos como peixes fora d'água. Eramos totalmente leigos e tudo era novo para gente, como tudo que é novo dá aquela insegurança e estress neh? Vou explicar por cima como funciona toda essa burocracia e um pouco do que mudou no financiamento habitacional da caixa.

O primeiro passo é você fazer sua Declaração de Renda, é só ir até um contador que ele vai te explicar como fazer, pra quem não sabe a declaração tem um prazo para fazer (Tem início em março e dura uns três meses mais ou menos) quando passa desse prazo tem uma multa a ser paga.
Outro fator muito importante é ter conta na caixa, quanto mais tempo você for cliente melhor é, a conta tem que ser conta corrente e ser movimentada, é importante lembrar.

Uma dica importante é fazer um planejamento, colocar em um papel todas suas despesas e os ganhos, o que pode ser economizado para você saber quanto vai poder pagar de parcela do financiamento. Depois faça uma pesquisa de imóveis para saber o valor do mercado, quando decidir é a parte mais fácil e realista, hora de fazer a simulação no site da caixa (AQUI).


Faça a simulação com vários imóveis, depois procure uma correspondente da caixa (porque o atendimento é bem rápido) e dê entrada no processo, lá eles vão entregar a lista de documento e orientar nos próximos passos. Esse processo demora muiito tempo, o nosso durou quase 4meses é a parte mais difícil.


Quando entramos com processo ainda não tinha entrado as novas normas do financiamento, antes poderia ser aprovado 90% do valor total do imóvel e os juros ao mês era bem menor. Mesmo o nosso processo já na caixa pegamos a penúltima mudança (sim galera vai aumentar ainda mais os juros) saiu 80% do imóvel e os juros mais alto. É importante você ter uma reserva além da entrada dos 20% para o dono da casa. Na assinatura do contrato tivemos que pagar 3mil reais e ninguém em momento algum disse dessa taxa durante esses 3meses e pouco, ficamos sabendo só quando chegou aqui o contrato (vem de Goiânia). Fora as possíveis certidões que eles pedem do cartório.

Mas o importante é que é possível financiar um imóvel mesmo sendo autônomo, lembrando que esse não é o minha casa minha vida, ele tem outras regras e quando vimos ele não tinha alterado os valores na época, mas preferimos o normal mesmo por causa da entrada.


Beijos e espero que gostem.

Um comentário:

  1. Ótimas dicas, sempre é bom aprender!

    Bjus, Bjus amore!

    Aline Laitarte - http://www.bomboneca.blogspot.com
    Canal: http://goo.gl/dhAJL5
    Insta: @alinesalaitarte

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita de vocês e se quiserem sigam no insta @jehrbennett. Os comentários serão respondidos aqui no blog.